Unidos como a Trindade

  • Tiago
  • março 19, 2021
  • Nenhum comentário

Ninguém vem ao PAI senão por mim”

Jesus disse que podemos realizar algo somente se permanecemos Nele. De fato, Ele é o caminho, a verdade e a vida. E promete estar conosco se estamos unidos entre nós.

Existem no mundo dois tipos de pessoas:

Aquelas que pensam poder viver separadas do seu Deus. E de fato O abandonaram.

Aquelas que sentem ser abandonadas por Deus tendo sofrido muitas feridas e desilusões.

Umas e outras não perceberam que nada podem fazer vivendo separadas do seu Senhor, do seu Criador.

Sabemos que a unidade de um sistema não é o objetivo final, mas só um instrumento para alcançar o fim.

Agora, na vida espiritual não é assim: nela o instrumento que leva a unidade é próprio fim, é a própria essência e a própria sobrevivência: porque a unidade é o AMOR (é a Trindade).

Nos dois grupos distantes de Deus a própria oração será obrigatoriamente ligada a uma só insanável necessidade de ver asseguradas suas próprias necessidades para superar seus limites de amor.

Deus não é por eles alcançado deste modo!

Deus é o Senhor da nossa vida – Ele é o caminho, a verdade e a vida – Sem Ele os dois grupos viverão a própria infinita e suprema pobreza, separados do Corpo Místico de Cristo e nada alcançarão, nem poderão realizar – “suas próprias obras” como dizia Jesus.

E nós estamos fora destes dois grupos?

É na oração que o Espírito Santo age em nós.

(Cf. Atos 9,11 “Saulo está rezando”)

Podemos nos esforçar um pouco e fazer com que no exame final deste mês saibamos tomar decisões capazes de fechar janelas destrutivas da nossa vida inconsciente e abrir outras janelas positivas que coloquem o outro, isso é, o irmão no foco central do nosso futuro.

Abençoo cada um de vocês com a bênção de Maria Santíssima, mulher que educou brilhantemente o menino Jesus.

Pe. Giuseppe Antônio Maria Sometti

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *